Total de visualizações de página

"O GUARDADOR DE REBANHOS" ALBERTO CAEIRO


(...)Pensar incomoda como andar à chuva
Quando o vento cresce e parece que chove mais.


(...)Amar é a eterna inocência,
E a única inocência é não pensar...

antoniopais1.blogspot.com

!-- Facebook Badge START -->Antonio Pais

HUMANA

HUMANA
ESCOLHI-TE COMO A IMAGEM DE TODAS AS PESSOAS QUE TÊM SIDO A RAZÃO DA MINHA NAVEGAÇÃO NA BLOGOSFERA

ANTÓNIO PAIS

A inocência de um escritor-menino...

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

LÁGRIMAS DE SABOR A MAR

Hoje, o carteiro tocou três vezes. Trouxe-me o livro da poetisa NATÁLIA BONITO (blogue: Estradas Repletas), intitulado "A JANELA DESTE MAR".
Estou feliz


Calou-se o ruído !
Só um leve zumbido
A encharcar-me a audição :
É o zumbir do silêncio
A cantar-me à lembrança
Melodias na tua voz distante

Toldou-se tudo !
Só uma incómoda névoa
A turvar-me a visão :
Névoa nascida das lágrimas
A escorrerem-me na face
A salgarem-me os lábios
Lembrando-me o sonho
Em que aquela onda nos engoliu...

2001

25 comentários:

Coisas de Mulher disse...

Lágrimas de gratidão...
Acabei de receber uma das prendas mais belas dos últimos tempos...
Sem palavras...
Quando as lágrimas passarem, surgirá alguma coisa de jeito...

Tentativas Poemáticas disse...

Doce Helena
Lágrimas não porque salgam o seu lindo rosto. Fazem mal à pele.
Sim, já percebi e fico muito feliz por isso. A menina acredita mesmo que não há hipocrisia naquilo que escrevo.
Muito obrigado pela sua amizade.
António

o que me vier à real gana disse...

Belo texto poético. A Filosofia em estética inefável (para mim, Poesia é Filosofia estética)!

P.S. Obrigado pelas dicas...

Tentativas Poemáticas disse...

Caro amigo
Tenho utilizado o blogue como uma forma de ajuda mútua. As pessoas com nele me relaciono são todas extraordinárias nesse aspecto.
Muito obrigado pela apreciação feita ao poema. Gostei muito. Faz bem ao ego.
Um grande abraço.
António

Meus Netos Minha Fortuna disse...

Olá meu amigo António!
Este seu poema está fabuloso!
Como diz o Poeta "oh Mar quanto do teu sal, são lágimas de Portugal" aqui no seu poema não correm para o mar, mas são salgadas á mesma e fazem doer...!
Calma António, lembre-se que "não há mal que sempre dure nem bem que nunca acabe" sábio provérbio que me ensinou minha mãe!...

Um beijinho com muito carinho
Vóvó Cassilda

Tentativas Poemáticas disse...

Cassilda
É bom. Muito bom. Estou deveras comovido com as manifestações de carinho que tenho vindo a receber, sobretudo hoje.
Beijinho com muita ternura.
António

Artista Maldito disse...

António
Julgo que o sal dessas lágrimas já o curou, porque deixou, finalmente, divinamente unir o seu eu poético à natureza...ao amor à vida.
Eu peço-lhe que se deixe levar nessa onda, nessa vaga da poesia e que não a abandone, porque ela está a devolver-lhe uma torrente de imagens muito belas.
Beijinhos
Isabel

Artista Maldito disse...

E graças à onda o passado se vai, trazendo de volta, não a névoa, mas o brilho do sol, raiando sobre outras ondas mais suaves e soltas...
Tão soltas como os versos que vêm à tona.

Beijinho muito grande
Isabel

Tentativas Poemáticas disse...

Isabel
A esta hora já a menina se deitou (está sempre deitada), a sonhar com anjos, nuvens, pintura, poemas, mas quero simplesmente agradecer-lhe.
Beijinho grande.
António

Bill Stein Husenbar disse...

Amigo António,

Passo aqui pela primeira vez e consto que passarei muitas mais.

Gostei muito de descobrir este seu espaço.

Li alguns dos seus posts mas o meu preferido será este.
Por vezes quando nos lembramos do tal sonho, as nossas lágrimas escorrem por saber que não o poderemos alcançar.

Vá la a casa sempre que desejar.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Obrigado

BIA disse...

"...É o zumbir do silêncio
A cantar-me à lembrança
Melodias..."

Lindo!

Vim de corrida para dizer que escrevi "o mundo dos homens", com letra pequena para salientar a pequenez do Homem em certos contextos... o António sabe-o bem!
Eu sei um pouco.

Não coloco os homens acima ou abaixo das mulheres...a crueldade e o mal, fazem parte da natureza do Homem, qualquer outra espécie não os possui!

Quem sabe um dia lhe ofereço um chá de ervas, gostava de trocar ideias consigo sobre espiritualidade/espiritismo!

Abraço terno


BIA

Poesias e Canções disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Poesias e Canções disse...

A cantar-me à lembrança
Melodias na tua voz distante

LIiiiiiiindõ!tão lindo que suspiro..!(rs)
acredito também que as pessoas tem sua própria melodia;sua própria música;embora nenhuma seja tão completa quanto quando se une a outra em especial a pessoa amada!
quando estão longe suas melodias são como carinho nas cordas de um violino envelhecido ,com o melhor som...que tira das entranhas ,do fundo da alma todo sentimento que já se conseguiu ter...
a lágrima salgada...alimenta...é prá arder ou prá curar ?
Eu não sei...mas espero quando ficares curado,que escreva tão lindamente(rsrs)como agora,pois é sempre tão bom vir aqui!!!
A propósito ...obrigada pela sua visita sempre aguardada e bem vinda;pela confiança e pelo presente maravilhoso em ler sua poesia em primeira mão no blog...sentí-me honrada com tantos poetas e poetizas maravilhosos ,sensiveis e sábios que conheces de ter sido escolhida(especial)muito obrigada...sem palavras...porém não publiquei seu comentátio ,pois disseste nele que iria postar a poesia-canção um dia em seu blog...então respeitei-o visto que julgas que ainda não é o tempo!Cheguei a sentir uma dor aqui assim...por não publicá-lo!Mas aguardo!
com muito carinho e ternura;

Poesias e Canções disse...

ah...porque mudaste de endereço?
ainda gosto de vir aqui!(rs)
Acho que sou um pouco conservadora...!
Mas estou indo lá,na casa nova(ichi!no blog novo!)
bjs!

Alma disse...

Olá António,
Infelizmente, já há muito tempo que o carteiro não aparece em minha casa com um livro! Já tenho saudades de ler e de ficar a pensar... Coisa que me tem proporcionado, graças às visitas que faço ao seu blog. Hoje não podia deixar de comentar as suas lágrimas salgadas. As lágrimas são minhas amigas intimas, as minhas, não as suas! ;)
Deixamo-las cair, na esperança que se percam e fiquem esquecidas no mar. Nesse mar que tantas vezes insistimos em ir ver, nesse mar que nos entra pelos olhos, se reflecte em nós e não nos deixa esquecer. Lágrima a lágrima, enchemos o nosso mar e um dia poderemos navegar num oceano de vida e de saudades. Navegar por cima dos nossos sonhos, dos nossos impossíveis e das nossas lutas. Tem que se ir construindo o barco para podermos fazer esta viagem.
E meu caro António, talvez esteja esquecido de que o impossível é quando não se tenta. Talvez convencido de que o melhor é não fazer nada, quando o que pode fazer é tão pouco. Vale mais deixar cair uma lágrima por se ter perdido, que por não se ter tentado. Mal por mal, prefiro! Bem sei o que é um sonho perdido, são as lágrimas mais amargas que nos tocam os lábios...
Não sei porque chora, sei que chora...
Um abraço cheio de ternura e de força!
Alma

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Amigo:
Preciso que você vá com urgência ao meu Blog e ponha um comentário no meu novo post.
Renata
Se não fosse urgente, eu não o chamaria

Tentativas Poemáticas disse...

Querida Renata
Já liguei a ignição do pronto-socorro e aí vou eu...Ti-nó-ni-ti-nó-ni...
Beijinhos
António

BANDEIRAS disse...

Bela poesia, amigo poeta.

Doce beijo.

Tentativas Poemáticas disse...

Olá bill stein
Muito obrigado pelo seu comentário.
Passarei por lá, certamente.
Abraço
António

Tentativas Poemáticas disse...

Olá bia
Gostei muito de a encontrar no meu blogue. Certamente que será muito bom trocarmos ideias sobre espiritualidade.
Abraço terno
António

Tentativas Poemáticas disse...

poesias e canções
É sempre com prazer que a visito.
Muito obrigado por me visitar. É uma honra.
Beijos com muita ternura.
António

Tentativas Poemáticas disse...

alma
As minhas lágrimas também são amigas íntimas.
Lindo tudo aquilo que me disse. Emocionou-me.
Vou visitá-la, sim.
Abraço com ternura.
António

Tentativas Poemáticas disse...

bandeiras
Muito obrigado por me considerar poeta. É muita gentileza sua e um grande privilégio, dito por si.
Doce beijo para si também
António

Maria Otilia Rodrigues disse...

tePois é, depois de tudo o que li sobre lágrimas e poemas, a emoção veio ao de cima, e não quero deixar de partilhar este pequeno poema que me dedicaram há 36 anos:

Será gota de orvalho
Em noite fria e de breu
Talvez lágrima sincera
De um amor que há pouco nasceu

E sobre um botão de rosa
Trémula a gota caíu
Abriu-se a pétala... E da rosa
A Maria Otília surgiu

Recebido a 15 de Agosto de 1972 cerca das 2 horas da tarde

A ti Amor da minha vida que jamais esquecerei, deixo aqui as mihas lágrimas e o meu sofrimento e peço-te perdão por tudo o que te fiz passar.

Tentativas Poemáticas disse...

Maria Otília
Muito obrigado pela visita e simpático comentário.
Já fiz uma visita ao seu cantinho. Uma mulher bela, talentosa, lutadora, determinada...
Passarei mais vezes.
Abraço com ternura.
António

digital clock


Myspace Clocks, Digital Clocks at WishAFriend.com

LISTA COM ALGUMA MÚSICA PREFERIDA


MusicPlaylistRingtones
Create a playlist at MixPod.com

Pesquisar este blog

Carregando...

STATCOUNTER

ESTES PRÉMIOS/SELINHOS FORAM ELABORADOS PARA OFERECER A TODOS OS QUE FAZEM O FAVOR DE ME VISITAREM

ESTES PRÉMIOS/SELINHOS FORAM ELABORADOS PARA OFERECER A TODOS OS QUE FAZEM O FAVOR DE ME VISITAREM

OS PRÉMIOS/SELINHOS QUE TIVERAM A GENTILEZA DE ME OFERECEREM

OS PRÉMIOS/SELINHOS QUE TIVERAM A GENTILEZA DE ME OFERECEREM
ESTÃO A SER TRANSPORTADOS PARA O "TENTATIVAS II"

A NOSSA AMIGA ADRIANA MARQUES. LINDA!!!

DO BLOGUE DA SONIA SILVINO

Create your own banner at mybannermaker.com!

OBRIGADO E PARABÉNS MARINEIDE

PARABÉNS ODETE DAN

PARABÉNS ODETE DAN
MUITAS FELICIDADES

OBRIGADO MARINEIDE DAN RIBEIRO

OBRIGADO MARINEIDE DAN RIBEIRO
Oferta gentil de http://gregapoemas.blogspot.com

DA LINDA POETISA E AMIGA MARI AMORIM

DA LINDA POETISA E AMIGA MARI AMORIM
Muito obrigado, linda Mari

Minha lista de blogs

Quem sou eu

Minha foto
Já lá vai o tempo do "Currículo"... Espiritualista (estudioso, mas não fanático). Voluntariado